Astro*Coaching

O constante aperfeiçoamento na formação em Coaching oferece mais e mais recursos, ferramentas e possibilidades de apoio e alternativas na exploração do potencial humano representado pelos mapas que dispomos.
O primeiro curso de formação de Coaching que fiz foi no INAP, com certificação do Instituto Internacional de Coaching - e em seguida foram vários mergulhos na PNL, no trabalho de Robert Dilts, com quem fiz dois cursos durante suas vindas ao Brasil por dois anos seguidos no Metaforum, entre eles: A Jornada do Herói e Coaching Gerativo; também tive experiências com a Terceira Geração de PNL, com o curso que fiz com Judith DeLozier, sempre com o objetivo de integrar astrologia e coaching.
Ao longo desses anos também tive a oportunidade de participar de vários cursos com Michael Hall, Coaching para Executivo, Acessando seu Gênio Pessoal, Auto-Realização e por último fiz uma imersão no Curso de formação em  MetaCoaching, durante 8 dias intensivos, de 9 as 21h, com Dr.Michael Hall e David Ruiz, quando realizamos diversas sessões de Meta*Coaching, sob rigorosa avaliação dos "BenchMarkers" devidamente preparados para esse fim. Ali começamos a aprendemos a desenvolver algumas habilidades fundamentais para qualquer pessoa que precisa manter "conversas de níveis mais significativos"- seja como Terapeuta, Conselheiro, Consultor, Mentor, Astrólogo, ou simplesmente pai, companheiro: desde a habilidade de escuta e apoio, fazer perguntas e meta perguntas, até dar e receber feedback, e induzir estados. Começamos a usar lentes que focam mais as estruturas, do que os conteúdos, mas também a perceber as matrizes de conteúdos pessoais, o que para mim pode expandir ainda mais o alcance de percepção dos mapas que usamos na astrologia.
Sempre dentro da perspectiva de que "o mapa não é o território", podemos explorar ainda mais o "território", com os mapas da hora de nascimento de uma pessoa e do seu Padrão Individual de Tempo, além das matrizes dispostas nos mapas mentais que temos acerca de nós mesmos, de nossas habilidades ou poder de ação, acerca dos outros e dos relacionamentos, sobre Tempo e visão de Mundo, sempre sondando com perguntas e meta perguntas poderosas que produzem estados transformacionais, para melhor.
A premissa básica da integração da Astrologia com o Coaching/Astro*Coaching, é a mesma: trazer mais e mais recursos para o desenvolvimento dos nossos potenciais sinalizados no mapa de nosso nascimento. 

Um dos meus maiores desafios é fazer a conexão entre as informações que se encontram no "campo" das possibilidades infinitas e as coisas que efetivamente acontecem na nossa realidade, a fim de promover a compreensão das transformações possíveis e necessárias para o contínuo processo de aperfeiçoamento e aprendizado do ser humano. 

José Maria Gomes Neto

Foto tirada com Robert Dilts, após Seminário: "Generative Coaching", Metaforum - fev 2011.

Os antigos diziam:

-"Tudo o que acontece está escrito, mas nem tudo que está escrito tem que acontecer."

Isso é assim porque entre o que está escrito (no Céu, campo das possibilidades infinitas) e as coisas que acontecem (na Terra, existe toda a complexidade da nossa experiência humana. Somos dotados de inteligência cognitiva, emocional e outras tantas mais, que através dos diferentes níveis neurológicos nos trazem mais consciência e aprendizados.

“Não, você não pode ser qualquer coisa que queira, mas você pode ser qualquer coisa que seja capaz de se tornar.”



Astrologia e Níveis de Consciência

“O modo mais efetivo de fazermos mudanças é certificar-se que aquelas mudanças aflorem naturalmente a partir do que você é.” (Lorna MacKinnon)


Definição de Astro*Coaching:

Uso do conhecimento da Astrologia para diagnóstico do Estado de Ser e do momento atual, e de técnicas de Coaching, visando a criação de cenários futuros e a realização da gestão pessoal para a conquista de Objetivos e Metas estabelecidos.


algumas reflexões sobre o atendimento de Astro*Coaching 

A diferença, que faz diferença, é a abordagem do atendimento.

Enquanto as técnicas preditivas de Astrologia estão focadas nos fatos e no aconselhamento, a prática do Coaching valoriza os processos e a reflexão sobre as dinâmicas que levam aos acontecimentos.

Baseado na percepção de que "o mapa não é o território", através da aplicação de técnicas de astrologia e exercícios de coaching exploramos o território e vamos "redescobrindo" e redesenhando o "mapa da pessoa" e seus possíveis significados. Uma boa analogia para compreensão desse conceito é ver como o mapa mundi se modifica na medida em que a experiência do território se faz mais consciente.

O mapa, a bússola e o relógio

A primeira consulta (cerca de 1h30min/2h) já apresenta possibilidades de integração desses dois "expertises", e obedece três etapas que podem ser aprofundadas e melhor exploradas em outras sessões.
  1. A descoberta do mapa, explorando o território

    O mapa do céu da pessoa ajuda a diagnosticar "o que é", potenciais, recursos e talentos existentes, desafios e conflitos, motivações, valores, crenças: "como está" (o estado atual) e as direções que se encaminham as principais linhas de atividades na vida, e "para onde" se está indo.
  2. Detectar o sonho, alinhamento com o verdadeiro norte.

    O que eu busco está à minha procura? O que quero da vida, a vida quer de mim?

    O mapa indica direções, norteamento e orientação, e o processo de Astro*Coaching funciona como uma bússola que facilita o alinhamento das principais motivações do ego e da alma para o desenvolvimento da Jornada Pessoal. 
  3. Planejar o futuro, definir Meta Planos

    O mapa não é estático, e também contém um "relógio" que indica onde se encontra o "foco da consciência" (fator idade), as fases e ciclos de vida, tanto no longo, como no médio e curto prazo.
    As posições dos planetas e configurações geocósmicas sinalizam determinadas qualidades do tempo, e traz uma percepção ainda mais fina acerca dos diferentes momentos da vida, e então podemos identificar os melhores momentos de investimentos pessoais, situações geracionais, épocas de desafios.

    Recursos de Coaching e de Astrologia que podem ser utilizados durante um processo de Astro*Coaching, de acordo com a necessidade de cada caso:
- testes de gestão de mudança
- testes de niveis de consciência
- níveis lógicos de mudança e especificação de objetivos
- Missão/Visão/Ambição/Papel
- formulação de meta planos (metas de acordo com as informações do mapa)
- a roda da vida e o balanceamento do mapa
- ativação do Centro
- exercício para encontrar a Zona Interna de Excelência - Estado Coach
- exercício de Presença
- percepção de conflitos - identificação de CRASH
- Resolução de conflitos identificados no mapa através do "Tetra Lema"
- reconhecendo os dragões e as armadilhas
- reconhecimento de padrões arquetípicos: disponibilizando forças universais para solução de problemas. 
 
Foto tirada em Campinas,SP após o Metaforum: 6 fev. 2012, durante o Seminário "A Jornada do Herói"- com Roberts Dilts e Deborah Bacon.
Jornada do Herói é um caminho arquetípico de transformação individual.

Em astrologia as energias planetárias se expressam como forças arquetípicas e podem ser ativadas e usadas ao nosso favor por meio da integração de exercícios de Coaching Gerativo com nosso mapa.

Marte

- força, poder, coragem, bravura, determinação, proatividade, firmeza, assertividade, agressividade,confiança, foco, clareza, impetuosidade.



Vênus

- conexão, receptividade, suavidade, abertura do coração, ternura, compaixão, amorosidade, acolhimento, delicadeza, nutrição, proteção.

Mercúrio

- ludicidade, leveza, brincadeira, jogos, flexibilidade, inteligência criativa, alegria, astúcia, sarcasmo, engano, superficialidade.




Login de Clientes:

 

Clientes/Membros

Atendimento Online

Skype

Busca

Receba a Newsletter

Receba os textos


Delivered by FeedBurner

Receba por RSS - Textos